24/12/2012

Então é Natal

Ontem, fui às compras de Natal...
Mas, o que é mesmo o Natal?
- Ah, Natal é época de compras, compras, compras e mais compras... – respondo a mim mesma.
E, de repente, ouço uma voz resmungar:
- Não, não é só isso...
- Sim, eu sei. Natal também é época de você cumprimentar aqueles “amigos” que mal olham na sua cara durante o ano inteiro, época de dar um “trato” na casa para impressionar as visitas, época em que o consumismo chega ao limite do limite...
- Não – ouço novamente uma voz dizer; dessa vez, quase em desespero. – Você entendeu tudo errado! Natal é época de se reunir com a família, de renovação, de alegria e, acima de tudo, Natal é a época em que se comemora o nascimento de Jesus Cristo. Lembra?
- Renovar o quê? Não vejo nenhuma renovação, exceto a do guarda-roupa. E que alegria é essa que você está falando? Há tanta gente sofrendo pelo mundo... E o que eu faço com minhas angústias, minhas incertezas, coloco tudo no saco do Papai Noel e finjo que nada disso existe? Além de tudo isso, Jesus não nasceu em 25 de dezembro. Dizem que nasceu em setembro ou outubro. Você gostaria que comemorassem seu aniversário meses depois do seu nascimento? – Pergunto, com um tom de voz quase cruel.
- Mas ninguém nunca conseguiu provar isso – retrucou novamente a voz, cada vez mais desanimada em me persuadir. – Mas, mesmo que fosse em setembro ou outubro, qual o problema de se comemorar em dezembro? Isso faz alguma diferença?!
- Não sei – respondo, com voz também desanimada. - Não sei...

Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Obrigada!


    " A amizade é uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro." (Platão)

    Desejo um Natal de amor, carinho e paz e que o Novo Ano seja repleto de realizações!!!

    Blogueiras Unidas 1275!

    Luz , paz e amor no coração!
    Cheirinhos
    Rudy
    BLOG ALEGRIA DE VIVER E AMAR O QUE É BOM!

    ResponderExcluir

Quando a última árvore cair, derrubada; quando o último rio for envenenado; quando o último peixe for pescado, só então nos daremos conta de que dinheiro é coisa que não se come".

(Índios Amazônicos)

Twitter Facebook Google+ Email More