06/04/2014

Caso Adelir


Minha imensa solidariedade à Adelir e Stephany! 

Um corpo que não é seu – Repúdio contra a violência sofrida por Adelir Carmen Lemos de Góes

 “Se a gente está precisando dizer às mulheres que elas são capazes de parir é porque a coisa anda muito feia”, me disse certa vez Leila, a diretora de uma casa de parto. Depois do que ocorreu ontem em Torres, no Rio Grande do Sul, não há como discordar.


Leia mais aqui: FemMaterna

Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Indo olhar do que se trata.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir
  2. É um absurdo não justificado além do financeiro. Eu queria fazer parto normal, mas infelizmente não tive dilatação. Quase surtei quando soube, pois tinha e tenho pavor de anestesia. Graças à Deus deu tudo certo e a minha recuperação foi super rápida, nem parecia que eu tinha feito cesaria.
    Bjs, Rose

    ResponderExcluir

Quando a última árvore cair, derrubada; quando o último rio for envenenado; quando o último peixe for pescado, só então nos daremos conta de que dinheiro é coisa que não se come".

(Índios Amazônicos)

Twitter Facebook Google+ Email More